Pegada Ecológica

Que marcas você quer deixar no planeta? Calcule sua Pegada Ecológica.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Poderes da Pimenta


Quem coloca a pimenta no dia-a-dia está levando, além de tempero,  uma série de medicamentos naturais: analgésico, antiinflamatório,  xarope, vitaminas, benefícios que os povos primitivos descobriram  há milhares de anos que agora estão sendo comprovados pela ciência.
A pimenta do reino faz bem à saúde e seu consumo é essencial para  quem tem enxaqueca. Essa afirmação pode cair como uma surpresa para  muitas pessoas que, até hoje, acham que o condimento ardido deve ser  evitado. A pimenta traz consigo alguns mitos, como por exemplo o de que  provoca gastrite, úlcera, pressão alta e até hemorróidas.. Nada disso  é verdade. Por incrível que pareça, as pesquisas científicas mostram  justamente o oposto! A substância química que dá à pimenta o seu caráter ardido é  exatamente aquela que possui as propriedades benéficas à saúde.
No  caso da pimenta-do-reino, o nome da substância é piperina. Na  pimenta vermelha, é a capsaicina. Surpresa! Elas provocam a liberação de endorfinas – verdadeiras  morfinas internas, analgésicos naturais  extremamente potentes que o  nosso cérebro fabrica! O mecanismo é simples: Assim que você ingere  um alimento apimentado, a capsaicina ou a piperina ativam receptores  sensíveis na língua e na boca. Esses receptores transmitem ao  cérebro uma mensagem primitiva e genérica, de que a sua boca estaria  pegando fogo. Tal informação, gera, imediatamente, uma resposta do  cérebro no sentido de salvá-lo desse fogo: você começa a salivar,  sua face transpira e seu nariz fica úmido, tudo isso no intuito de  refrescá-lo. Além disso, embora a pimenta não tenha provocado nenhum  dano físico real, seu cérebro, enganado pela informação que sua boca  estava pegando fogo, inicia, de pronto, a fabricação de endorfinas,  que permanecem um bom tempo no seu organismo, provocando uma  sensação de bem-estar, uma euforia, um tipo de barato, um estado  alterado de consciência muito agradável, causado pelo verdadeiro banho de  morfina interna do cérebro. E tudo isso sem nenhuma gota de álcool!  

Quanto mais ardida a pimenta, mais endorfina é produzida! E quanto  mais endorfina, menos dor e menos enxaqueca. E tem mais: as substâncias picantes das pimentas (capsaicina e  piperina) melhoram a digestão, estimulando as secreções do estômago.  Possuem efeito carminativo (antiflatulência). Estimulam a circulação  no estômago, favorecendo a cicatrização de feridas (úlceras), desde  que, é claro, outras medidas alimentares e de estilo de vida sejam  aplicadas conjuntamente. Existem cada vez mais estudos demonstrando a potente ação  antioxidante (antienvelhecimento) da capsaicina e piperina. Pesquisadores do mundo todo não param de descobrir que a pimenta,  tanto do gênero piper (pimenta-do-reino) como do capsicum (pimenta  vermelha), tem qualidades farmacológicas importantes. Além dos princípios ativos capsaicina e piperina, o condimento é  muito rico em vitaminas A, E e C, ácido fólico, zinco e potássio.  Tem, por isso, fortes propriedades antioxidantes e protetores do DNA  celular. Também contém bioflavonóides, pigmentos vegetais que  previnem o câncer.
Graças a essas vantagens, a planta já está classificada como  alimento funcional, o que significa que, além de seus nutrientes,  possui componentes que promovem e preservam a saúde. Hoje ela é  usada como matéria-prima para vários remédios que aliviam dores  musculares e reumatismo, desordens gastrintestinais e na prevenção  de arteriosclerose. Apesar disso, muitas pessoas ainda têm receio de consumi-la, pois  acreditam que possa causar mais mal do que bem. Se você é uma delas,  saiba que diversos estudos recentes têm revelado que a pimenta não é  um veneno nem mesmo para quem tem hemorróidas, gastrite ou hipertensão
DOENÇAS QUE A PIMENTA CURA E PREVINE

Baixa imunidade – A pimenta tem sido aplicada em diversas partes do  mundo no combate à aids com resultados promissores.
Câncer – Pesquisas nos Estados Unidos apontam a capacidade da  capsaicina de inibir o crescimento de células de tumor maligno na  próstata, sem causar toxicidade. Outro grupo de cientistas tratou  seres humanos portadores de tumores pancreáticos malignos com doses  desse mesmo princípio ativo. Depois de algum tempo constataram que  houve redução de 50% dos tumores, sem afetação das células  pancreáticas saudáveis ou efeitos colaterais. Já em Taiwan os  médicos observaram a morte de células cancerosas do esôfago.
Depressão – A ingestão da iguaria aumenta a liberação de noradrenalina e adrenalina, responsáveis pelo nosso estado de  alerta, que está associado, também, à melhora do ânimo em pessoas  deprimidas.
Enxaqueca – Provoca a liberação de endorfinas, analgésicos naturais  potentes, que atenuam a dor.
Esquistossomose – A cubebina, extraída de um tipo de pimenta  asiática, foi usada em uma substância semi-sintética por cientistas  da Universidade de Franca e da Universidade de São Paulo. Depois do  tratamento (que tem baixa toxicidade e, por isso, é mais seguro), a  doença em cobaias foi eliminada.
Feridas abertas – É anti-séptica, analgésica, cicatrizante e  anti-hemorrágica quando o seu pó é colocado  diretamente sobre a pele  machucada.
Gripes e resfriados – Tanto para o tratamento quanto para a  prevenção dessas doenças, é comum recomendar a ingestão de uma  pequena pimenta malagueta por dia, como se fosse uma pílula.
Hemorróidas – A capsaicina tem poder cicatrizante e já existem  remédios com pimenta para uso tópico.
Infecções – O alimento combate as bactérias, já que tem poder  bacteriostático e bactericida, e não prejudica o sistema de defesa.  Pelo contrário, até estimula a recuperação imunológica.
Males do coração – A pimenta caiena tem sido apontada como capaz de  interromper um ataque cardíaco em 30 segundos.. Ela contém  componentes anticoagulantes que ajudam na desobstrução dos vasos  sanguíneos e ativam a circulação arterial.
Obesidade – Consumida nas refeições, ela estimula o organismo a  diminuir o apetite nas seguintes. Um estudo revelou que a pimenta  derrete os estoques de energia acumulados em forma de gordura  corporal. Além disso, aumenta a temperatura (termogênese) e, para  dissipá-la, o organismo gasta mais calorias. As pesquisas indicam  que cada grama queima 45 calorias.
Pressão alta – Como tem propriedades vasodilatadoras, ajuda a  regularizar a pressão arterial
A pimenta possui uma substância chamada capsaicina.Além do mais,possui vitamina C, poderoso antioxidante.
Veja a seguir oito poderes que a pimenta possui:
1. Contra o envelhecimento precoce
Oferece quatro vezes mais vitamina C do que a conhecida laranja.A vitamina C atua contra os efeitos da passagem do tempo.

2. Emagrece
Diminui o apetite e de quebra queima de calorias.A pimenta no prato é uma ajuda extra contra os quilinhos a mais!

3. Melhora o humor
O consumo do tempero também está associado à melhora do humor.

4. Afrodisíaca!
Um pouco de pimenta dá aquele empurrãozinho para estimular o apetite sexual.

5. Faxina no intestino
A pimenta também possui substâncias que ajudam a eliminar bactérias que prejudicam o bom funcionamento do intestino.

6. Contra o colesterol
Quem consome pimenta preza por níveis reduzidos desse vilão, que adora arranjar encrenca com o coração.

7. Refresca a dor de cabeça
Para quem vive desse tormento, a pimenta  pode ajudar a refrescar a dor de cabeça.

8. Câncer no alvo
Estudos demonstram que um pouco de pimenta no cardápio ajuda a prevenir e auxiliar no combate de tumores.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Utilize os 3R na sua rotina!

Reciclar é mais do que uma alternativa de renda. Reciclar é cuidar para que algo que seria jogado no lixo seja reutilizado de forma satisfatória, absorvendo todo potencial de uso do produto. O que antes poderia ser encarado de forma preconceituosa, hoje, é questão de bom-senso e de sensibilidade em entender que o uso indiscriminado de recursos naturais acarreta um alto preço em todos os setores da sociedade.
Cada um de nós pode contribuir, separando nosso material utilizado no dia-a-dia, jogando no lixo somente materiais orgânicos ou que não possam ser aproveitados como produto reciclável. Adquirir esta mentalidade é fundamental para que possamos viver num mundo melhor, com maior qualidade de vida, com mais recursos naturais a nossa disposição e, o melhor de tudo, garantido a sobrevivência de todos nós no planeta.

DEIXE SUA ROTINA DIÁRIA MAIS VERDE!

MANHÃS...
Banheiro:
1-Parece algo que não precisa ser lembrado, mas muitos de nós esquecemos que podemos economizar água com simples hábitos como não deixar a torneira aberta enquanto fazemos a barba, lavamos o rosto ou escovamos os dentes.
2-Utilizar o calor do sol para aquecer a água economizará energia, e você ainda pode economizar no consumo de água instalando no seu banheiro chuveiros de baixo fluxo. Você ainda pode instalar no seu aquecedor um “timer”, que regula o consumo de energia dispensado para aquecer a água.
3-Fazer a barba com barbeador elétrico ou navalha, ao invés de barbeador descartável, pode diminuir a quantidade de lixo da sua casa. E plante uma árvore!
4-Use toalhas para secar rosto e mãos, ao invés de papel, que acumulam lixo. Pendure suas toalhas regularmente, para mantê-las sempre secas, assim você pode fazer uso diversas vezes sem precisar lavá-las constantemente.

Café da Manhã:
1-Amantes de suco ou iogurte podem contribuir ao comprar sucos concentrados e iogurtes com embalagens retornáveis, ao invés de embalagens unitárias e descartáveis.
2-Muitos de nós gostamos de folhear o jornal durante nosso café da manhã, mas considere a possibilidade de ler as notícias em espaços públicos como Cafés e escritórios. Mas, se você prefere ter o seu próprio exemplar, não se esqueça de reciclar!
3-Quando preparar seu almoço ou lanche para as crianças levarem para a escola, escolha embalagens reutilizáveis ao invés de embalá-los com papel alumínio ou filme plástico.
4-Ao sair de casa, não se esqueça de desligar todas as luzes e retirar da tomada os carregadores, pois eles continuam a consumir energia mesmo quando não estão carregando;

INDO AO TRABALHO:
1-Não saia de casa sem sua sacola retornável, pois você pode dizer “não” à sacolas plásticas sempre que fizer compras.
2-Por mais radical que possa parecer, no mundo de hoje onde “quanto mais fácil melhor”, e o jeito mais fácil de reduzir sua emissão de carbono é evitando automóveis. Desligue os motores e pedale sua bicicleta, caminhe, peça carona, utilize transporte público ou qualquer alternativa.
3-Se você não tem outra opção a não ser seu veículo para ir ao trabalho, verifique o modelo do seu carro e opte por combustíveis alternativos. Mantenha os pneus do veículo sempre calibrados.
4-Ao enfrentar engarrafamentos no trânsito para ir ao trabalho, tente desligar o motor se você perceber que ficará parado por longos períodos. E plante uma árvore!
5-Para aqueles que sofrem de stress no trânsito, lembre-se que rápidos arranques e altas velocidades desperdiçam combustível. Então, se você quer economizar combustível e salvar o planeta ao mesmo tempo, acelere gradualmente – Conte até 10 e diga o planeta precisa de mim!

NO TRABALHO:
1-Usar copos de vidro/canecas é uma boa opção para a preservação do meio ambiente e uma alternativa para copos plásticos e não-biodegradáveis!
2-Reserve garrafas e jarras no escritório para enchê-las com água potável, ao invés de comprar novas garrafas plásticas. 80% das garrafas plásticas são recicláveis, mas apenas 20% delas de fato são.
3-Quando você precisar de um bloco de anotações, vire a página de um antigo documento ou rascunho. Poupe papel!
4-Se não existe um sistema de reciclagem no seu escritório, inicie um você mesmo! Reciclar nosso lixo contribui para redução das emissões de carbono e, conseqüentemente, do aquecimento global.
5-Quando você precisar ter uma cópia impressa, certifique-se que optou pela impressão em ambos os lados do papel. Essa prática é uma ótima “salvadora de árvores”!
6-Diminua a emissão de carbono do seu escritório programando os computadores, monitores, impressoras, copiadoras e outros equipamentos para desligarem automaticamente após longos períodos de desuso. E plante uma árvore!
7-Desligue todas as luzes desnecessárias, especialmente em salas vazias e corredores. Uma forma muita fácil de economizar energia.
8-Se você está em busca de personalizar seu ambiente de trabalho, não pense duas vezes: Plantas! Os humildes vasos de plantas são ótimos para o meio ambiente porque removem as impurezas e poluentes presentes no ar.

DEPOIS DE UM LONGO DIA:
1-No verão ou meses mais quentes, considere usar um ventilador em conjunto com seu aparelho de ar condicionado, para distribuir o ar frio mais eficazmente pelo ambiente.
2-Não coloque lâmpadas ou televisores próximos ao termostato do ar condicionado. O calor emanado por esses aparelhos pode confundir o termostato, fazendo o ar condicionado funcionar por mais tempo do que o necessário.
3-Quando estiver com preguiça, não jogue suas roupas limpas na cesta de lavar roupas apenas para evitar pendurá-las! Use seus jeans mais de uma vez...
4-Para lavar roupas e louças use produtos ecológicos. É a melhor opção para você e para o meio ambiente! E nós mencionamos plante uma árvore?!

Via http://www.voluntariosonline.org.br/noticia/323-Utilize-os-3R-na-sua-rotina-

Artes do Sul - Informação, Arte & Tecnologia

Dicas, Informação & Liderança

EcoManagement

Ambiente Energia

Dicas - Dicadedica

Sustentabilidade, Meio Ambiente, Economia, Sociedade e Mudanças Climáticas.

Faca Parte do EcoD

Hora do Planeta

Hora do Planeta 2009.

Greenpeace